Gestão e Marketing

Como o Facebook pode te ajudar a driblar a crise

Como o Facebook pode te ajudar a driblar a crise
Compartilhar | Comentar

Muito tem se falado sobre a crise em nosso país, o que nos leva a procurarmos maneiras de reduzir despesas dentro do consultório. Gastos como energia, água, materiais de consumo e protético são despesas que não temos como eliminar, pois, sem eles, o consultório não funciona, por isso tentamos apenas reduzir custos. É nessa hora que muitos dentistas acabam cometendo um grande erro: cortam “despesas” com marketing – isso mesmo, cortam em vez de reduzir. É muito fácil cometermos este erro, da mesma maneira que é fácil percebermos que a clínica não funcionaria se cortássemos de vez a energia. Já sobre o corte do marketing, esta percepção não é tão nítida e imediata, pois o consultório consegue funcionar sem o marketing. Resultado: a longo prazo, a clínica pode não estar tão bem, o dentista vai estar se perguntando onde foram parar os pacientes, e no final, coloca a culpa na crise.

É claro que não podemos negar a crise, mas podemos nos adaptar a ela, utilizando estratégias que façam o movimento no consultório continuar estável ou até aumentar, mas nunca diminuir. O que quero dizer é que a mesma energia que gastamos para reclamar da crise pode ser usada para tomarmos ações que nos façam crescer apesar dela. E hoje, quero te dar uma sugestão: se você ainda não tem uma página no Facebook, crie uma hoje mesmo! Eu costumo dizer que o Facebook é o boca-a-boca digital, e você pode conquistar muitos pacientes através da sua fanpage!

Lembra como era o boca-a-boca tradicional? Se por acaso alguém falasse que estava com dor de dente para uma pessoa que coincidentemente está fazendo um tratamento com você, ela iria comentar que está indo no dentista tal e o recomendar para essa pessoa. Tem que surgir o assunto para que seu paciente te indique para um amigo. Ninguém chega, do nada, e fala: “você está precisando de dentista? Porque o meu é ótimo, está aqui o cartão dele”, seria a situação perfeita para nós.

Com o Facebook, você consegue algo parecido com isso, porque sempre que um paciente seu interage com a sua página, todos os amigos dele no Facebook vão ver, e isso, automaticamente, divulga seu consultório de maneira gratuita. É um “boca a boca” em escala, onde, ao curtir, compartilhar ou comentar na página da sua clínica, a pessoa te indicará para 10 ou 100 amigos dela. O segredo é estimular o engajamento dos pacientes com a fanpage da sua clínica.

Dica número 1: mantenha a qualidade do seu atendimento alta, assim seus pacientes vão falar bem de você no Facebook, gerando um fenômeno conhecido como “prova social” – as pessoas veem várias pessoas falando bem do seu consultório, e isso despertará nelas a vontade de ir em você e não no seu concorrente.

Dica número 2: mantenha sua fanpage atualizada, com conteúdo interessante e relevante para o seu público, isso faz com que as pessoas interajam mais com sua página e te divulguem mais.

Agora, se você deseja obter resultados mais imediatos e alcançar ainda mais pessoas, além das que já curtem sua página, você deve investir em anúncios do Facebook. O que é isso? É uma forma de você impulsionar uma publicação da sua página para mais pessoas, pagando para o Facebook. Eu descobri o poder do Facebook Marketing, quando, num dos meus primeiros anúncios, investi 31 reais em um anúncio que me trouxe uma paciente que fez um tratamento de mil reais. Para algumas pessoas, mil reais pode não ser um valor tão alto assim, mas vocês percebem que o retorno sobre o meu investimento foi enorme? A partir daí, comecei a investir regularmente em anúncios do Facebook, e te aconselho a fazer o mesmo. Você não precisa contratar alguém para fazer isso, o que torna o Facebook Marketing a melhor opção para épocas de crise, pois além de não deixar de fazer marketing, você não terá que investir tanto, e você mesmo pode fazer.

Te convenci a criar uma página no facebook? Ou ressuscitar a sua, se você já tem uma? Faça o teste, e se tiver alguma dúvida, veja mais dicas no meu Instagram ou envie um e-mail para hello@alinebaltazar.com.

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.