Gestão e Marketing

Como obter mais indicações dos pacientes – Parte 02

Como obter mais indicações dos pacientes – Parte 02
Compartilhar | Comentar

Hoje encontramos ferramentas que facilitam o nosso trabalho de comunicação e que devemos utilizar sempre: WhatsApp, Facebook, Instagram, e-mail e as cartas, que apesar de existirem há muito tempo são importantes na comunicação com o cliente. Devemos estar sempre em contato com eles, interagindo e informando novidades da Odontologia. Com isso, criamos mais afinidade e relacionamento que é a chave do método que descreverei a seguir.

Primeiramente fazemos uma seleção dos principais pacientes, ou seja, aquele que nos dão mais lucro ou indicam mais clientes. São esses que deveremos investir, normalmente são os 20% da nossa carteira.

O objetivo é fornecer informação gratuita, de qualidade (nunca uma propaganda), mantendo o nosso nome e/ou da clínica na memória do cliente. Vamos ao projeto:

Iniciamos pelo WhatsApp, o maior instrumento de comunicação que temos. A cada 15 dias, enviamos um vídeo informativo, falando sobre um assunto que tenha duração de no máximo 2 minutos. Sugestão do tema: halitose, sensibilidade dentinária, aftas.

Os e-mails, devem ser enviados com mesmo conteúdo (vídeo ou texto) uma vez ao mês, para pessoa que não tem WhatsApp. As cartas, para pessoas que não tem e-mail e WhtsApp. Agora não podemos esquecer que devemos fazer também ligações telefônicas, enviar cartas e e-mail em outras situações como:

Consulta preventiva (a cada 6 meses); atualizações em curso e congressos; aniversário; natal;  inicio e final de tratamento; nascimento; casamento; agradecimento pela indicação.

Seguem abaixo dois modelos de cartas para enviar. A primeira, de início de tratamento e a segunda, de agradecimento pela indicação.

1º modelo:

Trabalhamos para que você tenha um sorriso saudável.

O sorriso é uma espécie de cartão de visitas e diz muita sobre a personalidade de uma pessoa. A boa saúde bucal é essencial para a qualidade da vida e a autoestima. Por isso, estamos felizes por ter nos escolhidos para cuidar de você e contribuir para que seu sorriso se mantenha sempre bonito.

Todo nosso esforço é para que você tenha o melhor atendimento odontológico. Trabalhamos com os melhores e mais modernos materiais, investimos continuamente em infraestrutura e atualização técnica. Nossa carteira de clientes é uma prova de que oferecemos o melhor custo-benefício.

Sugestões, observações e críticas são bem-vindas, pois nosso objetivo é oferecer um atendimento cada vez melhor. Estamos à disposição também para ouvir e esclarecer as suas dúvidas.

Segue, em anexo, um folder explicativo com orientações simples para que você cuide da saúde bucal. Estamos enviando um segundo folder com informações importantes sobre o consultório. E dois cartões. Um para você ter sempre à mão e se comunicar conosco rapidamente, em caso de necessidade.  E outro para oferecer a um amigo, que certamente ficará feliz ao saber que você quer o melhor para ele.

É muito bom ter você como nosso paciente!

2º Modelo:

A você, o nosso sincero agradecimento.

Ficamos muito felizes ao receber a visita do/a Sr./Sra. __________________________ e saber que fomos indicados por você. O reconhecimento da qualidade do nosso trabalho é uma forma de elogio, o maior prêmio que um profissional comprometido com o bem-estar dos clientes pode almejar. Essa indicação aumenta a nossa responsabilidade mas temos certeza de que vamos dar conta do desafio. Como você sabe oferecemos a melhor técnica, equipamentos de última geração e um atendimento que leva em conta o ser humano e não apenas o cliente.

O nosso muito obrigado!

Depois de implantarmos esse pequeno projeto, vamos observar que após alguns meses aumentaram as indicações e o relacionamento com o cliente. Mas é importante dizer que iniciar um trabalho ou projeto ao qual você foi designado, de qualquer tamanho ou complexidade, sem planejamento, é correr risco de falha.

No próximo artigo, abordaremos o tema: como fazer um planejamento administrativo e de marketing no consultório.

Clique aqui para ver a Parte 1 do artigo.

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.