Especial

Dentista, como foi 2018 e o que esperar de 2019?

Dentista, como foi 2018 e o que esperar de 2019?
Compartilhar | Comentar

Estamos chegando a mais um final de ano. Essa proximidade nos faz refletir um pouco sobre o que conseguimos alcançar neste 2018 que vai ficar para trás. Uma reflexão saudável para entendermos onde estamos com nossa carreira, nossas conquistas e nossos erros. Vamos traçar novos objetivos para 2019?

Dezembro é um mês corrido para o cirurgião-dentista. Por um lado, muitos pacientes nos procuram para resolver seus problemas bucais antes do fim do ano e por outro, temos um acumulado de pacientes do ano finalizando seus tratamentos. Nas últimas duas semanas, as festas vão diminuir pelo menos em 4 dias, e muitos serviços parceiros, como laboratórios de prótese, por exemplo, entram em férias coletivas.

Muitos profissionais acabam fechando as portas das clínicas e tirando férias. Porém, percebam que o comércio está bombando e de olho em algo que só acontece uma vez por ano com os brasileiros assalariados: a chegada do 13º salário! Os dentistas autônomos profissionais liberais podem não ter este benefício, mas muitos de seus pacientes têm. Até o dia 20/12, os trabalhadores já estarão com este salário extra na conta. Talvez esse seja um dos motivos de um ligeiro aumento da procura dos pacientes por tratamentos odontológicos nos últimos 2 meses do ano.

De olho em 2019

Da mesma forma, todo cidadão tem a mesma preocupação na virada do ano: janeiro é um mês caro. Muitos impostos, taxas e contas já incidem neste mês e chegam como uma bomba em nossas contas correntes. IPVA, CRO, IPTU, matrícula e material escolar para os filhos, faturas do cartão de crédito com os presentes de Natal e gastos em viagens, entre outros. Por isso que o planejamento financeiro pessoal e do consultório é de extrema importância, além de evitar a mistura de dinheiro entre seus gastos com seu negócio e seus gastos pessoais.

Com tudo isso em mente, pare por alguns minutos e relembre como foi este ano. O que você fez certo? O que gerou receita e agregou valor para sua clínica? O que deu errado? Preciso pensar em algum curso de atualização ou especialização odontológica para fazer no ano que vem? Em quais congressos eu quero estar presente? Minhas contas de luz e água estão muito caras? Vou comprar algum equipamento novo? Vou me livrar de equipamentos que só dão problema? Estou gastando muito com manutenção? Estou com materiais vencendo em minhas gavetas? Vou contratar novos funcionários? Vou dispensar algum funcionário? Vou mudar para uma sala maior? Para uma sala menor? A comodidade do ser humano parece estar na rotina.

Dentista empreendedor

Entretanto, acontece que o mundo do empreendedorismo do cirurgião-dentista exige movimento e adaptação. Se o negócio vai bem, vamos investir e crescer. Se o negócio vai mal, vamos enxugar gastos e tentar virar o jogo.

Este mês de dezembro apresenta bons momentos para ajustarmos arestas, assim como ajustamos ameias dentais para uma melhor estética do sorriso. Reserve tempo para pensar em seus objetivos. Muitas vezes nos vemos tão sufocados pela agenda cheia de pacientes e compromissos e perdemos o foco. Sempre há tempo para mudar a sua estratégia.

Pense na saúde financeira do seu consultório, no controle do estoque, nos funcionários, nos fornecedores, parceiros, laboratórios e etc. O ano que vem promete melhoras no campo político e quem sabe na economia como um todo. Com dinheiro no bolso e economia aquecida, o brasileiro vai procurar pelos dentistas para deixar a boca em dia.

Um Feliz Natal e próspero 2019!

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.