Especialidades

Dia do Atletismo

Dia do Atletismo
Compartilhar | Comentar

Hoje é dia 9 de outubro, dia do atletismo!

Para comemorar essa data, resolvi escrever sobre os efeitos que esse esporte pode trazer a saúde odontológica do atleta. O atletismo se divide em diversas modalidades, cada uma delas com sua particularidade fisiológica.

Diversos trabalhos, artigos, livros e pesquisadores já apontam a relação das doenças bucais com o desempenho atlético. Uma infecção de origem odontológica pode comprometer a plena saúde muscular de um atleta, que é exigido de forma extrema durante a prática esportiva.

Obviamente nem todas as lesões musculares são resultantes de doenças odontológicas, porém o que se vê é que muitos pacientes com históricos de lesões musculares e retardo no processo de reparo muscular “sem motivo aparente” melhoram quando tratados de forma odontológica, o mesmo ocorreu com alguns atletas em meu consultório particular em Santos.

Além da relação das doenças bucais com a saúde sistêmica, algumas modalidades do atletismo apresentam um maior potencial nocivo a saúde odontológica, nas quais ao meu ver se destacam:

Corrida de pista: Categoria tradicional que envolve diferentes modalidades que vão de disputas de 100 metros rasos até uma maratona de 42 km. Em provas como as maratonas (intensas e de longa duração) o nosso organismo diminui drasticamente o fluxo salivar. A saliva desempenha diversas funções como a proteção da cavidade bucal, dentes e tecidos moles, e essa diminuição pré-dispõe o atleta a situações de riscos como doenças infecciosas, cáries, erosão dental, aumento da vulnerabilidade da cavidade bucal, possibilitando o desenvolvimento de outras doenças.

Corridas com obstáculos / Revezamento: As corridas com obstáculos e os revezamentos também variam entre modalidades de 100 a 3.000 metros, por isso não fogem dos cuidados já citados acima, porém, há uma maior probabilidade de trauma devido aos obstáculos e aumento da quantidade de participantes. Protetores Bucais são bem indicados nesse caso, apesar de não ser obrigatório para esse tipo de modalidade.

Arremessos e Lançamentos: Existem quatro modalidades nesta categoria: arremesso de peso, lançamento de dardo, de martelo e de disco. Em todas elas, vence o atleta que conseguir arremessar o objeto a uma distância maior. É muito comum vermos atletas apertando os dentes durante a execução dessas modalidades, esse reflexo é  resultante de um último recurso de força do corpo humano no momento da explosão muscular, e quem sofre toda essa carga final são os dentes, os músculos faciais e mastigatórios do atleta. As execuções repetitivas desses estímulos desencadeiam diversos problemas como, desgaste das estruturas dentais, DTM, dor de cabeça “sem motivo aparente”, dentes tortos, fraturas dentais, transtornos do sono, sensibilidade. Nesses casos um dispositivo intra-oral especialmente recomendado para essas situações pode ser indicado por um cirurgião dentista especializado.

É importante indicar ao atleta que ele busque assistência odontológica de forma controlada para uma melhor qualidade de vida, impedindo que sua modalidade não possa causar riscos à saúde bucal, e que, sua saúde bucal também não possa interferir em seu desempenho atlético. Para um atendimento individualizado independente da modalidade procure um especialista.

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.