Mercado

DMG: Sinônimo de inovação e qualidade

DMG: Sinônimo de inovação e qualidade
Compartilhar | Comentar

A mais de 40 anos, a DMG é referência no mercado odontológico em mais de 80 países. Da pesquisa ao desenvolvimento, vem facilitando o trabalho dos dentistas ao redor do mundo com seus produtos inovadores e de qualidade.

Desde sua fundação na Alemanha em 1964 a DMG está comprometida em dar suporte e fornecer aos dentistas e laboratórios em todo o mundo produtos odontológicos de alta qualidade. Para isso a divisão de pesquisa e desenvolvimento conta com 20% dos funcionários da DMG, além de trabalhar de perto com dentistas líderes de opinião, o que leva a muitos desenvolvimentos inovadores.

Já em 1978 a DMG causou uma revolução ao criar as cápsulas de amálgama vedasas, auto-ativadas, mais tarde em 1990 inovou com o Luxatemp; o primeiro material para coroa provisória e pontes em cartucho (Material que se tornou líder de mercado nos Estados Unidos), mais tarde também lançou o primeiro cimento nessa apresentação; o Permacem. E em 2009 o Icon, primeiro produto para corrigir cáries incipientes por meio de infiltração de cáries sem o uso de brocas, foi considerado a melhor ideia do ano na Alemanha.

Institutos internacionais de testes independentes continuamente confirmam a alta qualidade das inovações DMG. A empresa já foi reconhecida diversas vezes por prêmios como; Der Deutsche Innovationspreis, Deutschland Land der Ideen, Reality, The Dental Advisor e Top 100 dental Products report, sendo alguns produtos premiados várias vezes, como o cimento resinoso Luxacore Z.

Além disso, devido a sua altíssima precisão o material de moldagem Honigum é indicado pelo conceituado Branemark Center.

Apresentamos a seguir, uma conversa que tivemos com o Dr. Laurindo Borelli da DMG Brasil, contando um pouquinho sobre as novidades que surgiram no 4° Congresso Internacional da Revista Clínica.

Aproveite para conhecer as ofertas especiais que preparamos na DMG Week e confira o que há de melhor no mercado odontológico.

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.