Odontologia do Esporte

Mas afinal, o que é um dentista do esporte e como funciona a especialização?

Mas afinal, o que é um dentista do esporte e como funciona a especialização?
Compartilhar | Comentar

A Odontologia do Esporte é a área de atuação do cirurgião-dentista, reconhecida desde 2015 pelo CFO; inclui segmentos teóricos e práticos da odontologia com o objetivo de investigar, prevenir, tratar, reabilitar e compreender a influência das doenças da cavidade bucal no desempenho dos atletas profissionais e amadores. Tem a finalidade de melhorar o rendimento esportivo e prevenir lesões, considerando as particularidades fisiológicas dos atletas, a modalidade que praticam e as regras do esporte.

Devido aos diversos benefícios que o segmento pode trazer aos atletas, sua importância já está consolidada no mercado de trabalho e cresce cada vez mais o número de cirurgiões-dentistas que buscam pelo curso de especialização nessa área.

O cirurgião-dentista que estiver interessado nesse novo curso de especialização terá uma formação ímpar, com conteúdo teórico e prático em múltiplas áreas como: nutrólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, otorrinolaringologistas, médicos, ortopedistas, educadores físicos, enfim; todas as áreas que giram em torno desse novo segmento e que se faz importante para formação de um dentista que seguirá carreira esportiva.

Hoje as universidades estão correndo atrás para regularizar cursos dessa nova especialidade. Uma novidade hoje é o curso de especialização em Odontologia do Esporte da Universidade São Leopoldo Mandic de São Paulo (SP), que já possibilita inscrições dos cirurgiões-dentistas para ingressar nessa nova especialidade coordenada pelas doutoras Regina Queiroz e Vanda Domingos.

Mas afinal, o que faz um dentista do esporte?

Muitos cirurgiões-dentistas ainda tem diversas dúvidas sobre o que é e quais são as responsabilidades de um dentista do esporte. Dentre as áreas de competência do especialista em Odontologia do Esporte estão:

a) atuar dentro dos preceitos da Odontologia no paciente atleta, considerando a sua saúde bucal, e, por extensão, sua saúde geral;

b) prevenir e proteger, por meio de planejamento, a confecção de dispositivos preventivos, protetores e otimizadores, intra e extra oral do desempenho esportivo;

c) fazer avaliações para a prevenção da saúde bucal do atleta;

d) atendimento inicial no local do evento e tratamento dos acidentes orofaciais;

e) correta prescrição de drogas que possam causar o doping positivo;

f) aplicar metodologia para detecção de doping e estresse pela saliva;

g) orientar os treinadores, técnicos e dirigentes com informações a respeito de procedimentos de urgência e uso de acessórios de proteção indicados para cada modalidade esportiva;

h) atuar profissionalmente tanto em treinos como nas competições de diferentes modalidades esportivas;

i) promover campanhas de educação e prevenção de saúde bucal para os atletas.

Odontologia multidisciplinar

Dentro de um curso de especialização, o cirurgião-dentista será preparado para todas as adversidades odontológicas que tenham relação com a saúde sistêmica do atleta, com casuísticas em diversas modalidades, suas resoluções e suportes ao atleta amador ou de alto rendimento.

A multidisciplinaridade se coloca como um ponto importante nessa formação, colocando o cirurgião-dentista em um patamar de preparo e liderança profissional no esporte e à frente do profissional que não passou pela especialização. Melhora o entendimento e comunicação em departamentos médicos frente à equipe multidisciplinar de saúde.

O profissional que inicia uma especialização na área é inserido em um método com o objetivo de conhecer os segmentos abordados e demonstrando como é a Odontologia do Esporte pelo mundo e em países que apresentam conteúdos científicos relevantes na formação do dentista do esporte como, por exemplo, Japão, Itália, França, Alemanha, Portugal, Canadá, Estados Unidos e Austrália.

Alguns temas abordados

– A relação da má oclusão com a má postura do atleta;

– Doenças respiratórias, seus tratamentos e sua relação com baixo rendimento esportivo;

– Estudo da anatomia e biomecânica do movimento e sua importância no estudo das fraturas orofaciais;

– Capacitar o dentista a realizar dispositivos de proteção de forma individualizada, levando em conta suas particularidades como anatomia, modalidade disputada e necessidade de adaptações (pacientes que apresentam falta dos dentes, portadores de aparelhos ortodônticos ou próteses);

– Estudo das modalidades, suas regras e como se aplicam na prática frente a saúde odontológica e muitos outros temas.

Se destaque no mercado

A especialização em Odontologia do Esporte será um diferencial ao cirurgião-dentista que deseja trabalhar diretamente com atletas ou em departamentos de saúde em instituições esportivas, pois proporcionará além do know-how técnico, condições de como proceder dentro de suas responsabilidades em departamento de saúde.

Hoje no Brasil, contamos com diversos cirurgiões-dentistas inseridos de forma consolidada em equipes esportivas de diversas modalidades, todos esses dentistas passaram por um curso de especialização e alguns deles farão parte do corpo docente de um curso inédito no Brasil focado neste nicho. Para maiores informações e dúvidas sobre o assunto envie um e-mail para contato@esporteodonto.com.br.

Até a próxima!

 

 

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.