Entrevistas

Gigantes da Odontologia entrevista: Sidney Kina

Gigantes da Odontologia entrevista: Sidney Kina
Compartilhar | Comentar

Neste próximo sábado, dia 29 de outubro, comemoramos o Dia Nacional do Livro. Para entrar neste clima da literatura e celebrar ainda mais, presenteamos você com 10% de desconto em todo nosso setor de livraria! Mas, corre que é só até o dia 31/10.

E para fechar o fim de semana com chave de ouro, concluímos nossa série de Gigantes da Odontologia com a entrevista do Dr. Sidney Kina, autor de livros renomados e especialista em Odontologia Estética. Acompanhe:

 

1 – O que fez você se apaixonar pela profissão?

Quando percebi que Odontologia não se refere apenas a tratar dentes mas, especialmente tratar pessoas. Tratar não só a saúde bucal, mas a autoestima. Não apenas restaurar as estruturas dentárias, mas a expressão. Traduzindo na mais social e linda manifestação: o sorriso.

 

2 – Como foi quando você percebeu que estava sendo fonte de inspiração para outras pessoas?

Não sei, esta é uma pergunta difícil. Talvez, tenha percebido algo, quando há muitos anos numa das minhas primeiras participações em congressos, um senhor me abordou e relatou: – “Sabe, tenho quase 50 anos de profissão e fazia tempo que não me sentia tão motivado. Sua palestra me deu ideias e novas possibilidades”. Inspirador, muito mais para mim do que para ele.

 

3 – Quem são suas maiores influências no universo odontológico?

Sem dúvida, minha primeira grande referência foi e é o Prof. Luiz Narciso Baratieri – energia pura. Depois, ao longo da minha carreira, várias referências me influenciaram, formando meu caráter profissional. Pessoas como: Carlos Alberto Conrado, José Carlos Romanini, Ronaldo Hirata, Oswaldo Scopin, August Bruguera, Sylvio Monteiro Júnior, Hebert Mendes, Marcos Celestrino, os Marcelos (Ateliê Oral), Livio Yoshinaga, Paulo Kano, entre tantos outros grandes profissionais que permeiam e inspiram minha vida.

 

4 – Tem algum desejo ou experiência profissional que você ainda não realizou? Se sim, qual?

Muitas, mas, entre tantas, tenho um desejo muito grande de poder criar um centro de formação e pesquisa odontológica, que tenha condições de financiar dentistas e técnicos em prótese dentária, incentivando e possibilitando o desenvolvimento de projetos inovadores na forma de startups.

 

5 – Qual caso clínico realizado por você tem um significado especial? E por quê?

Em verdade, todos os casos acabam tendo algum significado especial, mas tenho na lembrança um caso que guardo com carinho. Minha filha mais nova, quando tinha três anos, escorregou na banheira e fraturou a raiz do incisivo central esquerdo, logo o central. Pai coruja, difícil aceitar a situação. Resultado: uma prótese adesiva de e.max Press em balanço, presa no incisivo direito – loucura. Entretanto, ainda me lembro da sua carinha de felicidade quando se viu no espelho com o dentinho: um sorriso, um beijinho… não tem preço.

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.