Lente de contato para os dentes é a nova moda

Compartilhar | Comentar
Lente de contato para os dentes? Como assim? Segundo a Sociedade Brasileira de Odontologia Estética, a procura aumentou muito nos últimos meses. Trata-se de facetas finíssimas de porcelana, com espessura que varia entre 0,3 mm a 0,8 mm e são aplicadas sobre a superfície do dente.
A lente é indicada para adultos que possuem dentes espaçados, pequeno desalinhamento, para quem quer encobrir manchas leves, pequenas fraturas dentais ou quem deseja padronização de cor e formato dos dentes.
A durabilidade varia de pessoa para pessoa, mas estima-se entre 15 e 25 anos após a aplicação.O tratamento custa, em média, de R$ 2 mil a R$ 5 mil por dente.
O procedimento ganhou as redes sociais após personalidades como Neymar Junior, George Clooney, Tom Cruise, Catherine Zeta-Jones, Ingrid Guimarães e Glória Pires assumirem ser adeptos da tecnologia.

Aplicação

O primeiro passo é procurar um profissional especializado para fazer uma avaliação. Para realização do procedimento, os dentistas realizam um desgaste mínimo nos dentes do paciente devido a espessura ultrafina das lentes de contato. “As lentes de contato são menos agressivas aos dentes do que as facetas comuns, que provocam um desgaste maior a estrutura dental, diminuindo assim, a resistência dos dentes e a longevidade do trabalho,” explica o dentista Dr. Felipe Araujo.
Cada lente é planejada de acordo com a harmonia facial do paciente, e pode ser analisada digitalmente através de um sistema digital.

Contra indicações

O método não é indicado para pacientes com problemas severos de alinhamento e dificuldade na mordida. Como as lentes não são reparáveis, estas práticas podem causar rachaduras ou até mesmo a quebra da lente.
A aplicação da técnica também não é indicada para crianças e adolescentes e para quem já tem próteses nos dentes. O tratamento com lentes de contato não substitui o tratamento ortodôntico. As lentes de contato vão além da estética, pois também devolve função e harmonização ao sorriso e principalmente a grande melhora da autoestima.

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.