Dicas

Manchas no seu jaleco? Saiba como se livrar delas

Manchas no seu jaleco? Saiba como se livrar delas
Compartilhar | Comentar

O jaleco é para nos proteger e faz parte do nosso EPI (Equipamento de Proteção Individual). Então, nada de jaleco com manga curta durante os atendimentos, nada de jaleco fora da sua função de trabalho. Combinado?

Mas, vamos direto ao ponto: você sabe a maneira correta de lavar seu jaleco? Sabe quais as recomendações de lavagem dele? Hoje, o mercado dispõe de uma gama de cores, seja num bolso ou no braço, com nome ou logo, enfim, o colorido já faz parte da rotina clínica. Os lindos jalecos coloridos vieram para alegrar nossas vidas! E então, como devo proceder no momento de lavá-lo?

Lave seu jaleco de maneira adequada

Branco: se o jaleco for inteiro branco e você quiser usar o hipoclorito, nunca coloque em água com alta temperatura. Por que? Porque, o hipoclorito perde sua função na água quente e vai parecer que você não colocou nada.  Deixe na água com hipoclorito por uma hora, logo depois enxague bem e promova a lavagem normal com sabão e amaciante de sua preferência, deixe secar por completo.

Colorido: colocar imerso em água fervente com perborato (tipo vanish para roupas coloridas) por pelo menos meia hora. Após, enxágue e proceda com a lavagem normal de sabão e amaciante que você mais gosta.

Depois de seco, passe bem e coloque em saco limpo e fechado para o transporte. O jaleco pendurado no cabide dentro do carro é anti-higiênico, pois toda poeira do caminho impregna na roupa.

E as manchas?

Uma ocorrência que é comum do dia a dia clínico são as manchas. Vou relatar abaixo algumas dicas para tirar as manchinhas indesejadas que o seu jaleco pode vir a ter. Vamos lá?

Sangue: nesse caso, pegue água oxigenada 10, 20 , 30 volumes – a que estiver mais perto – e coloque sobre a mancha. No início, vai aparentar ficar amarelada, mas depois de lavar como descrito acima, a mancha desaparecerá.

Óleo lubrificante: uma outra intercorrência é o óleo lubrificante. Caso caia no seu jaleco jogar talco em cima, esse absorverá o óleo, ficando muito mais fácil de lavar posteriormente e ficando livre de manchas.

Revelador e Fixador: essa encrenca é das grandes! Na verdade são manchas de fixadores, causadas pelos íons de prata, que se encontram nos fixadores e em alguns cimentos odontológicos. Tem algumas pessoas que jogam revelador novo em cima da mancha. Outros jogam sal e hipoclorito, o que, às vezes, até sai um pouco, mas volta a aparecer; e às vezes nesses procedimentos o jaleco fura. Para esses casos de mancha, é recomendado um produto com solução à base de tiocianato de amônia. É só colocar sobre a mancha seca, esperar um pouco e lavar.

OBS: se a mancha for mais antiga é necessário fazer essa operação de novo!

Caneta: para remover manchas de caneta temos disponível no mercado bastões bem bacanas. Você umedece a mancha com água fria, aplica várias vezes o bastão, espera 10 minutinhos. Depois é só lava com água fria de novo e a mancha some. Se a mancha persistir, é só refazer o procedimento.

Cuidado no momento de levar seu jaleco pra lá e pra cá

Nunca colocar o jaleco dentro da bolsa ao sair do consultório, porque ele poderá contaminar tudo que estiver por perto. Sempre transportá-lo sozinho em saco fechado, seja antes ou depois de lavar. #ficaadica

Jaleco é coisa séria! Devemos ter sempre um de reserva no consultório, caso aconteça algum imprevisto podemos trocar. Tente usar com punhos, assim não passamos ele em todo lugar e a luva poderá cobrir bem essa parte evitando acidentes. Use sempre o jaleco fechado e no seu tamanho ideal. Faça com que ele realmente cumpra seu papel, que é de nos proteger.

Que tal cuidarmos de nós?

Até a próxima!

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.