Gestão e Marketing

Monte estratégias simples para evitar o fracasso do seu consultório

Monte estratégias simples para evitar o fracasso do seu consultório
Compartilhar | Comentar

Muita gente pensa que estratégia é uma coisa do outro mundo, algo muito elaborado. Mas isso não é verdade. A realidade é diferente. Pode ser até simples, mas não é mágica. Exige conhecimento, observação e análise. Antes de mais nada você precisa saber onde quer chegar, e ter um plano para chegar lá. Tenha em mente os seus pontos fortes e fracos.

Enfrentar os problemas é um passo importante. Se o seu consultório não vive um bom momento. Reflita sobre esses tópicos:

1- Uma análise realista da situação.

2- Identificar por que chegou a esse ponto. E para essas opções precisarei de quais recursos?

Você precisa de recursos financeiros e não financeiros (mão de obra, equipamentos etc.) para qualquer tipo de ação. Isso é básico. E precisa mobilizá-los para desenvolver sua estratégia. Se não tem os recursos; ou muda de estratégia ou espera por um momento mais favorável. Tentar remendar a situação é pior caminho.

Tome decisões assertivas para o sucesso do seu consultório

Tomada a decisão e realizado o planejamento quais são os estágios que deve cumprir? Uma estratégia é o conjunto de várias ações. Por isso é importante defini-las. Questione-se:

– Onde devo estar em seis meses? Um ano? Dois anos?
– Tenho a concordância de todos os interessados?

Estratégias geralmente incluem a relação com funcionários, parceiros fornecedores. É preciso saber se eles poderão participar de acordo com os seus planos. Estou no caminho? Estou chegando aos meus pontos de parada? Essa é a minha meta? Avaliações periódicas são necessárias; algumas vezes é preciso fazer ajustes na estratégia.

Agora, vamos proceder algumas análises importantes: o custo fixo da hora clínica está adequado à sua cidade, público-alvo, tempo de existência do consultório? (É importante ler o artigo: Dicas para melhorar a gestão e a administração financeira do consultório).

O pró-labore (salário profissional) é o que tem maior impacto na redução das despesas? Reduzimos pró-labore quando está mais alto que a média do mercado e/ou acima de 60% do custo do consultório. No item equipe, é aconselhável reduzir o quadro de funcionários quando for verificado um longo período de ociosidade. Mas é preciso uma análise bem criteriosa para não prejudicar a produtividade.

Devemos também analisar, com cuidado, os valores cobrados pelo protético e pelo contador estão, que deve respeitar a realidade do consultório. Na estrutura geral do consultório, é aconselhável utilizar mais ligações telefônicas e/ou mensagens pelas redes sociais; bem como procurar se associar a colegas, com o objetivo de dividir despesas fixas, como água, luz, aluguel, condomínio etc..

Preste atenção em todos os detalhes

Os profissionais que não encontram dificuldades para fechar um orçamento e/ou possuem fila de espera para atendimento, podem efetuar aumentos de preço dos procedimentos de forma gradativa. Aqueles que tem convênios, o ideal é permanecer com os que remuneram melhor, descredenciando-se dos convênios que dão pouco retorno. A organização do consultório – pensando num todo – é importante para aumentar a produtividade.

No item formação profissional, devemos analisar cada possibilidade de forma bem realista. A pergunta é: Preciso fazer esse curso de especialização nesse momento? Esse congresso é realmente importante para a minha atividade? Para avaliar as horas não produtivas (férias, falta de pacientes, ausência do profissional e horas sem paciente agendado), devemos levar em consideração alguns critérios importantes:

• Para evitarmos a “falta” de paciente devemos orientá-lo na primeira consulta e nas subsequentes da importância de não atrasar e faltar a consulta;

Confirmar no dia anterior e, se necessário enviar, um WhatsApp no dia da consulta. É importante também colocar aqueles pacientes mais faltosos em horários estratégicos: antes do almoço, no último horário ou após um paciente que tenha muitos procedimentos a fazer. Caso ele falte, devemos continuar executando os procedimentos. O tempo livre, quando não há pacientes agendados, deve ser usado propaganda e marketing.

Até a próxima!

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.