Secretaria de Saúde promove mutirão para eliminar filas de cirurgias odontológicas

Secretaria de Saúde promove mutirão para eliminar filas de cirurgias odontológicas
Compartilhar | Comentar

No município de Maringá, no Paraná, a Secretaria de Saúde irá reforçar o atendimento na Policlínica Zona Norte e na Unidade Básica de Saúde (UBS) Universo para acabar com as filas de espera para cirurgias do terceiro molar e para avaliação de prótese dentária. O reforço acontecerá nos próximos quatro sábados, entre 20/1 e 10/2. Nos dias úteis, o atendimento também foi intensificado.

Para zerar as filas, os procedimentos cirúrgicos serão realizados tanto na Policlínica Zona Norte quanto na Unidade Básica de Saúde Universo, enquanto as avaliações para prótese serão feitas apenas na primeira. Segundo Riquely Contessoto, gerente de Saúde Bucal, a fila de avaliações para prótese é de quase 1.200 pessoas e, por isso, será o foco do mutirão. A intenção é avaliar 300 pacientes em cada sábado.

Riquely chama atenção para a dificuldade que sua equipe vem enfrentando para agendar os atendimentos, o que está sendo feito via telefone. Muitos cadastros possuem informações desatualizadas e, como consequência, talvez nem todas as pessoas sejam atendidas no mutirão. Segundo a gerente, o mais adequado seria que os pacientes se dirigissem até a unidade e atualizassem seus dados – assim, todos seriam devidamente atendidos e a sequência de pedidos seria respeitada.

Extração de siso é a maior demanda, segundo a Secretaria de Saúde

Em dezembro do ano passado, a fila para a cirurgia de extração dos dentes do siso era de quase 800 pessoas e, até o momento, quase a metade desse número foi atendida. De acordo com a previsão da Secretaria de Saúde, a outra metade deve ser atendida até o final de março deste ano.

Apesar de o objetivo da iniciativa ser zerar a lista de espera existente, pessoas que precisem dos mesmos atendimentos poderão entrar na fila do mutirão e realizar suas consultas ou procedimentos na mesma sequência. Para isso, é preciso que o paciente seja atendido em sua unidade de saúde (UBS) habitual e peça o devido encaminhamento.

Após o fim do mutirão, o ritmo de trabalho na Policlínica e na Unidade será mantido pelo município para evitar o acúmulo de novas demandas por atendimentos odontológicos.

Fonte: odiario.com

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.