Gestão e Marketing

O segredo do sucesso está em aprender a queimar navios

O segredo do sucesso está em aprender a queimar navios
Compartilhar | Comentar

O Brasil enfrenta a maior crise econômica desde 1930, acumulando juros altos e inflação acima da média, além de mais de 12 milhões de desempregados. Diante deste cenário, é importante empreender, sair da linha do conforto e manter o estado de espirito conhecido como o desejo de vencer, essencial para sucesso.

Você já deve ter passado por momentos difíceis na vida, onde achou que nada estava bom e se sentiu inseguro em dar o primeiro passo para sair dessa situação profissional e emocional. São nessas horas em que é necessário fazer mudanças.

Parece que uma tonelada de concreto te prende ao chão, impedindo-o de mover-se em qualquer direção. Muitas pessoas se conformam em viver na linha de conforto e deixam de realizar seus sonhos e ter uma vida de sucesso.

Não é fácil tomar uma decisão em um momento assim; eu já vivi uma situação dessa. Você pensa que conhece o local no qual está pisando e encontra grandes pedras no caminho. Daí vem a dúvida, “e se” não conseguir, se não der certo e se isso ou aquilo?

Dicas que mudaram a minha vida

Este foi um período em que li dois livros que mudaram o rumo da minha vida, O monge que vendeu a sua Ferrari e Quem pensa enriquece. Nesse segundo livro encontrei uma história que tocou no ponto nevrálgico do meu dilema.

Há muito tempo, um grande guerreiro se viu diante de uma circunstância em que era necessário tomar uma decisão que garantisse a vitória no campo de batalha. Devia lançar seu exército contra um poderoso adversário, que contava com tropas muito mais numerosas. Embarcou seus homens em navios e velejou rumo ao pais inimigo. Lá desembarcou soldados e equipamentos e deu a ordem de queimar os navios em que tinham viajado. Dirigindo-se aos seus homens, antes da primeira batalha, disse:

– Vocês estão vendo os navios em chamas. Isso significa que só sairemos vivos daqui se vencermos! Agora, não temos escolhas. É vencer ou morre!

Eles venceram.

Quem quiser ter sucesso em uma empreitada precisa queimar os navios e cortar todas as possibilidades de bater em retirada. Somente assim conseguirá manter esse estado de espírito conhecido como o desejo ardente de vencer, essencial ao sucesso.

Essa história me tocou porque era o meu momento de queimar navios. Eu acabava de receber um convite para montar um curso de Auxiliar de Consultório Dentário. O maior problema é que eu não sabia dar aula e tinha acabado de me formar, com um histórico de notas ruins em pequenos seminários. Mas, era a oportunidade de realizar o sonho de ser professor.

Não sabia o que fazer; era muito mais difícil e desafiador do que eu poderia imaginar porque me tirava da minha linha de conforto. Foram meses intensos, fiquei sem dormir e cheguei a duvidar de mim mesmo. Me perguntava por que tinha assumido aquela reponsabilidade, mas, buscava alternativas e soluções porque não tinha para onde correr, não dava para voltar atrás. Era a oportunidade de me torna professor.

Foi na angústia de planejar o que seria da minha vida a partir daquele momento que eu tive a ideia de expandir o curso para todo estado do Rio de Janeiro. No entanto, empreender era mais um desafio. Estava apavorado, inseguro, com medo e só depois eu perceberia que esse desafio seria a minha plataforma para o sucesso.

Quando nos resta apenas uma única possibilidade, deixamos de gastar energia com coisas que não são importantes e canalizamos todas nossas forças e pensamentos para um único propósito. Quando se queima os primeiros navios fica mais fácil perceber quantos navios existem pelo caminho e que ainda deverão ser queimados. Em momentos que exigem decisões, navios são queimados.

Fui o professor que mais ministrou cursos de Auxiliar de Consultório Dentário do estado do Rio de Janeiro, em parceria com várias ABOs e centros de estudo formando mais de 2000 alunos.

Somos responsáveis pelo rumo de nossas vidas e os custos emocionais, embutidos nessas escolhas, são irreversíveis. Muitos não conseguem lidar com eles, mas queimar navios deixa o indivíduo mais forte pois, mostra que ele é responsável pelo seu destino, pela sua satisfação, pelo seu sucesso. E mesmo que alguma dor acompanhe a essa transformação, você precisa compreender que ela é parte do crescimento e necessária para que você possa alcançar o próximo nível.

Posso lhe garantir, com toda certeza, que o custo é alto, quando não vamos atrás dos nossos sonhos e não realizamos neste mundo a missão que viemos cumprir e, provavelmente, este custo será muito maior do que os navios queimados.

“Ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo, mas é possível começar de novo e fazer um novo fim” – Chico Xavier.

Atualmente estou queimando mais alguns navios entrando agora no mundo do empreendedorismo digital. Em breve, mais artigos sobre esse assunto!

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.