Ortodontia

Ortodontia e a queixa principal do paciente

Ortodontia e a queixa principal do paciente
Compartilhar | Comentar

Veja bem, se não há um local específico, bem localizado e em negrito em sua ficha de anamnese para que possa anotar a queixa principal de seu paciente (neste caso relacionado a ortodontia), sugiro que faça logo isso, antes mesmo de continuar a ler esse texto; e te explico melhor o porquê logo abaixo.

Precisamos falar da queixa principal em ortodontia.

Detalhes de anamnese são menos importantes do que os detalhes ortodônticos?

Não, são importantes de forma igualmente relevante para as decisões necessárias ao sucesso do tratamento ortodôntico. A fim de alcançar os objetivos, geralmente um planejamento é realizado e ele depende da capacidade de diagnóstico do profissional. E isso, na minha opinião, é algo que se aprende e que também pode ser ensinado.

Historicamente, o interrogatório de pacientes (anamnese) é um método adotado desde a Grécia clássica; tal prática já objetivava aliviar o sofrimento das pessoas enfermas. Mas, foi apenas no último século, que a anamnese e o exame físico, nos moldes que conhecemos, foram recomendados com interesse diagnóstico.

Lembrando que, sinal é algo objetivo e o sintoma tem o seu caráter subjetivo. A queixa do paciente é totalmente subjetiva, e por isso deve-se utilizar as palavras do próprio paciente para esclarecer de forma clara o seu sintoma mais intenso.

Como curiosidade e como forma de tentar trazer uma boa referência em língua portuguesa sobre o tema para vocês, realizei uma pesquisa na BVS com os seguintes termos: queixa principal e ortodontia (Figura 1).

Figura 1 – Busca na BVS com os termos: queixa principal e ortodontia.

Entre os resultados apenas dois artigos foram considerados de relevância sobre o tema. O primeiro é de 2007, e teve como objetivo conhecer os fatores que motivam os pacientes adultos a buscarem o tratamento ortodôntico; foram entrevistados 70 pacientes e os principais resultados podem ser vistos logo abaixo na Figura 2.

Gostaria de chamar a atenção para a principal queixa relatada: a estética relacionada ao posicionamento dentário envolvendo os incisivos superiores.

Figura 2 – Principais fatores de motivação para os pacientes adultos buscarem o tratamento ortodôntico.

O outro artigo considerado relacionado ao tema deste post é do ano de 2013 e fala das expectativas dos pacientes adultos com o tratamento ortodôntico.

Pesquisa sobre queixa na ortodontia:

Foi aplicado um questionário em 60 pacientes adultos perguntando quais eram seus anseios e dúvidas em relação ao tratamento ortodôntico. Os resultados dos autores trouxeram a informação de que o desvio da oclusão foi apontado por 66,7% como principal motivo de procura pelo tratamento, e, em segundo lugar, 48,3% pela estética.

Ainda, os autores evidenciaram a importância do vínculo para que o ortodontista possa compreender as expectativas de seus pacientes, resultando em maior motivação, cooperação e sucesso do tratamento.

Moral da história? A queixa principal é um detalhe e detalhes são sempre muito importantes.

 Abraços e até o próximo texto!

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.