Por aqui

Qual a sua desculpa por não parar de fumar?

Qual a sua desculpa por não parar de fumar?
Compartilhar | Comentar

Neste dia 31 de maio celebramos uma data importantíssima para a saúde pública do Brasil e do mundo, o Dia Mundial de Combate ao Tabaco. Criado em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para servir de alerta sobre doenças relacionadas ao tabaco e mortes que, infelizmente, poderiam ser evitadas.

Ao todo, cerca de 6 milhões de pessoas morrem por ano em todo o mundo por doenças provocadas pelo tabaco. O triste nesta história é que, segundo a ANS, 10% destas mortes são de fumantes passíveis, ou seja: pessoas que não fumam, mas frequentam ambientes ou passam muito tempo perto de pessoas que fumam frequentemente. As doenças que são ocasionadas por esses produtos e suas substâncias são gravíssimas, como: câncer, derrame, infarto e problemas pulmonares.

Para a saúde bucal não é diferente. É comprovado cientificamente que pessoas com o hábito de fumar detém uma maior chance de adquirir câncer de boca, leucoplasia e doenças periodentais, além de interferir na eficácia de tratamentos de implantes e em diversos outros. Com o vício do fumo, a pessoa naturalmente tem as defesas do seu organismo reduzidas, o que dificulta também no processo de cicatrização e na recuperação de tratamentos odontológicos como: raspagem, cirurgias periodentais e osseointegração de implantes dentários.

Outros problemas causados pelo fumo:

Gengivas e dentes escuros

O cigarro estimula a produção de melanina na área da boca causando manchas nas gengivas dos fumantes. Nos dentes, os componentes do cigarro auxiliam na formação de placa bacteriana, que inicialmente é incolor, mas se torna amarela, escurecendo os dentes.

Cigarro causa mau hálito

O cigarro causa mau hálito, principalmente, por influenciar no fluxo salivar. Os componentes químicos e o calor gerado pelo fumo são fatores agressivos para as glândulas salivares, causando diminuição do fluxo salivar e, consequentemente, o mau hálito.

É possível perder os dentes devido ao fumo?

Sim. O fumo é um dos agravantes da doença periodontal. O cigarro altera a resposta imunológica do local, aumentando a severidade da doença e, consequentemente, levando a perda dentária.

Ainda segundo a Agência Reguladora de Planos de Saúde do Brasil, os efeitos para os usuários que param de fumar, podem ser benéficos logo nas primeiras horas, confira porque começar a parar de fumar agora mesmo:

1° Em 20 minutos sua pressão e pulsação voltam ao normal;
2° Entre 12 e 24 horas seus pulmões passam a funcionar melhor;
3° Em 2 dias você sentirá melhor os aromas e sabores;
4° Em 3 semanas pele e cabelos começam a ganhar brilho;
5° Em 1 ano o risco de morte por infarto cai em 50%.

Sabemos que a resposta para como parar de fumar não é fácil, e que, o combate ao cigarro ainda é um dos maiores vícios do mundo moderno. Porém, devemos fazer esse esforço e buscar ajuda sempre. Essa é a única forma de almejar uma qualidade de vida agradável e um futuro ainda mais saudável.

Qualquer profissional da área da saúde tem como obrigação estimular o paciente a não fumar, devido às consequências do cigarro tanto na saúde em geral como na bucal. Lembre-se de procurar seu médico ou cirurgião-dentista regularmente e sempre que suspeitar de quaisquer sinais.

As hashtags oficiais levantadas pelo INCA, são: #DiaMundialSemTabaco e #EmbalagemPadronizadaDeCigarro.

Para mais informações e ajudas disque: 136 (Ouvidoria Geral do SUS).

Fontes: INCAANS e Dr. Alexandre Morita (CROSP 70.644) em matéria para o Yahoo

 

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.