Outros

Prevenção e cuidados essenciais que garantem maior eficácia e segurança

Prevenção e cuidados essenciais que garantem maior eficácia e segurança
Compartilhar | Comentar

A biossegurança tem como objetivo oferecer uma condição de segurança alcançada por um conjunto de ações que eliminam, controlam, previnem ou reduzem riscos em atividades que podem comprometer a saúde humana.

Os profissionais da odontologia estão em contato constante com um ambiente que possibilita que o ar seja uma via potencial de transmissão de micro-organismos. Isso acontece por meio das gotículas e dos aerossóis, que podem contaminar diretamente esses profissionais ao atingirem a pele e a mucosa, por inalação e ingestão, ou indiretamente, quando contaminam as superfícies.

Também é comum a manipulação de sangue e outros fluídos orgânicos que são as principais vias de transmissão do HIV e dos vírus das hepatites B (HBV) e C (HCV). Com isso, vem aumentando significativamente o índice de contaminação cruzada das equipes de saúde bucal e dos usuários. É de total relevância que o cirurgião-dentista e a equipe tenham conhecimento sobre a necessidade de adoção de normas de biossegurança.

Essas normas incluem: correta lavagem das mãos, proteção individual e proteção pessoal de todos os pacientes e equipe, adequada limpeza e desinfecção de superfícies, desinfecção e esterilização de instrumentais e artigos, imunização dos profissionais e correto manuseio dos resíduos de saúde para conseguirmos reduzir significativamente o risco de se contrair doenças no consultório odontológico.

Este é o guia mais completo disponível hoje para a área odontológica e foi desenvolvido em parceria com a Dra. Giuliana Lopes, cirurgiã-dentista com forte atuação em consultoria de negócios para o setor dental e expertise em biossegurança, e com o apoio da Rioquímica e Cristófoli, empresas reconhecidas em todo o setor da saúde.

Esperamos com esta publicação promover a revisão de práticas profissionais, disponibilizando conhecimentos técnico-científicos atualizados relacionados ao controle de infecção e adequações de infraestrutura e higienização na área de prestação de serviços odontológicos.

Clique aqui e acesse gratuitamente o guia de biossegurança.

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.