Casos Clínicos

Restaurações indiretas de cerâmica Vítrea reforçada por Dissilicato de Lítio

Restaurações indiretas de cerâmica Vítrea reforçada por Dissilicato de Lítio
Compartilhar | Comentar

INTRODUÇÃO:

Paciente do sexo masculino, 23 anos de idade, com queixa estética dos dentes anteriores superiores pela presença de diastemas. Após exame clínico, radiográfico e fotográfico, foi realizado o plano de tratamento envolvendo os dentes 13/12/11/21/22/23, consistindo em planejamento estético reabilitador por meio de enceramento de diagnóstico, seguido de laminados cerâmicos de dissilicato de lítio pela técnica de injeção (IPS e.max Press, Ivoclar Vivadent).

CONCLUSÃO:

Restaurações estéticas indiretas confeccionadas por cerâmicas reforçadas por dissilicato de lítio têm a capacidade de reproduzir as características intrínsecas e extrínsecas presentes nos dentes naturais, devolvendo função mastigatória aliada à estética, embasada nos conceitos atuais da Odontologia Minimamente Invasiva e Biomemitismo.

Legendas das imagens:

Autor:

Rodrigo Ehlers Ilkiu

Doutor e Mestre em Dentística (UnG Universidade – Guarulhos, SP)

Graduado em Odontologia (Universidade Positivo – Curitiba, PR)

Professor de Oclusão e Dentística (Universidade do Oeste de Santa Catarina – Joaçaba, SC)

Professor da Especialização em Dentística (Faculdade ILAPEO – Curitiba, PR)

Ph.D. and Ms. in Restorative Dentistry (UnG University – Guarulhos, SP)

Graduated in Dentistry (Positivo University – Curitiba, PR)

Professor of Occlusion and Restorative Dentistry (West University of Santa Catarina – Joaçaba, SC)

Professor of Restorative Dentistry (ILAPEO College – Curitiba, PR)

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.