Odontopediatria

A doença cárie: conceito, etiologia e terapêutica – Parte I

A doença cárie: conceito, etiologia e terapêutica – Parte I
Compartilhar | Comentar

Uma das maiores dúvidas continua sendo sobre o uso de creme dental fluoretado. Mesmo que essa recomendação já seja apoiada e reforçada por Associações Nacionais e Internacionais de Pediatria e de Odontopediatria. A fim de esclarecer dúvidas, vamos fazer uma série de artigos sobre técnicas de higiene e sobre a “doença cárie”.  Dessa forma, abordarei desde sua nomenclatura e sua etiologia até como podemos interceptar, tratar e prevenir. O primeiro artigo da série é sobre as indicações para a higiene bucal nos primeiros meses do bebê.

A higiene bucal deve ser iniciada logo no primeiro dentinho do bebê

A limpeza deve ser realizada com escovas com cerdas (dedeiras de silicone não são indicadas) e com pasta de dente que contenha flúor na concentração de no mínimo 1000ppmF. Concentrações menores do que esta não são eficazes na prevenção de cárie (Marinho et al., 2003).

Devemos realizar uma ação mecânica de placa utilizando escovas de cerdas para “desorganizar” o biofilme, juntamente com a ação química do creme dental fluoretado. A “não” utilização de creme dental fluoretado, ou a utilização de um creme dental inferior a 1000ppmF não será eficaz. Bem como a “não” utilização de escovas dentais com cerdas (ex. gaze, dedeira, fraldinha) para higiene do bebê com dentes também não terão efeito.

A quantidade de creme dental merece atenção dos papais!

Esta recomendação da utilização do creme dental com flúor é segura em termos de toxicidade e deve ser realizada com supervisão dos pais e em pequenas quantidades, conforme a faixa etária:

  • Bebês até 2 anos – metade de um grão de arroz cru (0,05g) (2x dia)
  • De 2 a 4 anos de idade – um grão de arroz (0,1g) (2x dia)
  • Acima de 4 anos de idade – um grão de ervilha (0,3g) (3x dia)

Importante orientar que o acúmulo de biofilme seja o fator necessário para o desenvolvimento da doença cárie

Ele por si só não é suficiente, sendo determinante a exposição frequente a açúcares da dieta, dos quais sacarose (açúcar da cana) é o mais cariogênico.

Recomendamos que além dos dentes serem regularmente escovados com flúor haja uma disciplina de consumo de açúcar. Assim, esse equilíbrio é conseguido se açúcares não forem consumidos mais que 6x/dia. (Jaime Cury, 2016).

 O tempo mínimo de escovação deve ser de 1 minuto (Daly et al., 1996).

Invista em estratégias para motivar as crianças e orientar os pais baseados em estudos científicos! Uma prática clínica segundo as evidencias científicas apontam é garantia de sucesso!

 

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.