Especialidades

Como deixar o paciente odontopediátrico à vontade?

Como deixar o paciente odontopediátrico à vontade?
Compartilhar | Comentar

Sabemos que a primeira visita ao consultório odontológico pode trazer muita insegurança para os pequenos e até mesmo para seus pais. Mas, com algumas condutas, podemos deixar o paciente odontopediátrico um pouquinho mais à vontade. Vamos conferir?

Primeiros contatos

Primeiramente, devemos nos ater ao comportamento da criança e de seus responsáveis já na sala de espera. Observe como a criança se relaciona com as pessoas ao seu redor, como trata seus pais, se é uma criança agitada ou contida. Essas informações são valiosas para traçarmos uma estratégia de como abordar o pequeno durante a consulta.

Outro ponto importante é tornar o atendimento odontológico o mais lúdico possível. Aqui é onde entra a questão das vestimentas. Dê preferência por jalecos coloridos ou de personagens de desenhos animados ao invés da famosa roupa branca, tão tradicional na odontologia. Dessa forma, a criança não irá associar a cor do jaleco com alguma experiência ruim que possa ter acontecido anteriormente.

No primeiro contato com a criança, o dentista deve se apresentar de forma descontraída. Iniciar a consulta com assuntos que são do interesse da criançada, como: desenhos animados, filmes e times de futebol, pode ajudar a estreitar a relação. Além disso, convidá-lo para conhecer a sala clínica juntamente com a mãe, para que ela também se sinta segura, é uma ótima ideia. Porém, limite o número de acompanhantes na sala. Afinal, muitas pessoas podem atrapalhar a consulta e tirar o foco do pequeno.

No consultório

Ihh! Chegou a hora de entrar no consultório e dar início na consulta, e agora? Simples! Apresente o local para a criança de forma divertida.

Por exemplo, ao invés de mostrar a seringa tríplice, fale que ela é o “secador ou chuveirão” de dente. A caneta de alta rotação, chame de “aviãozinho”, devido ao barulho. O refletor pode ser chamado de “sol”. O fotopolimerizador, “luz da fada” e assim por diante. Aqui, nesta etapa, vale soltar a imaginação e deixar a criatividade correr solta. Essa é uma ótima dica para transformar o mundo do dentista em algo um pouco mais atrativo e convidativo para o pequeno.

Da mesma forma, enfeitar a sala com bexigas coloridas, colar adesivos nas paredes e colocar bichinhos de pelúcia na cadeira odontológica, faz com que a criança se sinta à vontade, como se estivesse dentro do próprio Universo.

Por fim, você também pode reservar um lugar para fazer a “gaveta de surpresas” e colocar brinquedos simples dentro, como: carrinhos de plástico, bolhas de sabão, bexigas e chaveiros. Ao final da consulta, caso a criança tenha se comportado, deixe que ela escolha um brinde para levar pra casa. Não há  quem resista, elas adoram!

Assim sendo, todas essas condutas somadas a uma boa dose de amor, carinho e profissionalismo no atendimento, são a garantia de uma primeira consulta de muito sucesso e diversão, tanto para as crianças quanto para os pais.

 

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.