Novembro Azul: apoie a causa e motive seus pacientes

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, depois do câncer de pele. É considerado um câncer da terceira idade. A cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos. Novembro azul é o mês da conscientização do câncer de próstata, por isso, conheça mais sobre a doença e converse com os seus pacientes sobre o assunto.

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), para cada ano biênio (2018/2019) foram diagnosticados 68.220 novos casos e cerca de 15 mil mortes por ano. Atualmente, aproximadamente 3 milhões vivem com a doença e diariamente morrem 42 homens devido ao câncer de próstata.

O que é o Câncer de Próstata?

O câncer de próstata é um tumor que se instala numa área qualquer da glândula e à medida que cresce, vai ocupando gradativamente os lobos direito e esquerdo da próstata. Nas fases mais avançadas, invade por continuidade a cápsula que reveste o órgão, para depois chegar aos tecidos ao seu redor, incluindo as vesículas seminais.

Alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte. A grande maioria, porém, cresce de forma tão lenta (leva cerca de 15 anos para atingir 1 cm³) que não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem.

Com o passar do tempo, as células malignas atingem os linfonodos da região, caem na corrente sanguínea e se espalham para outros órgãos.

Quais os sintomas?

  • Dificuldade de urinar;
  • Demora em começar e terminar de urinar;
  • Sangue na urina;
  • Diminuição do jato de urina;
  • Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite.

Em fase inicial, o câncer, geralmente, não apresenta sintomas. Mas é sempre importante prestar atenção em todos os detalhes e procurar ajuda quando for necessário.

Conheça alguns fatores de risco

Esses são alguns fatores que aumentam o risco de desenvolver o Câncer de Próstata:

  • Má alimentação
  • Sedentarismo
  • Histórico familiar
  • Obesidade

Prevenção do Câncer de Próstata

Manter uma alimentação saudável com uma dieta rica em frutas, legumes, grãos e cereais integrais e praticar exercícios físicos são recomendações para a prevenção do câncer e outras doenças crônicas.

Além disso, apenas quando tiver algum sintoma, fazer exames é a melhor forma de detectar o tumor maligno no seu início, afim de tratá-lo e ter maiores chances de tratamento. Eles podem acontecer de duas formas:

Exame de toque retal

O médico avalia tamanho, forma e textura da próstata, introduzindo o dedo protegido por uma luva lubrificada no reto. Este exame permite palpar as partes posterior e lateral da próstata.

Exame de PSA

É um exame de sangue que mede a quantidade de uma proteína produzida pela próstata – Antígeno Prostático Específico (PSA). Níveis altos dessa proteína podem significar câncer, mas também doenças benignas da próstata.

O Ministério da Saúde, assim como a Organização Mundial da Saúde (OMS), não recomenda que se realize o rastreamento do câncer de próstata, ou seja, não é indicado que homens sem sinais ou sintomas façam exames. Procure conhecer os riscos e os benefícios que envolvem a realização desses exames de rotina e converse com um profissional de saúde da sua confiança para decidir se deseja ou não realizá-los.

Dentista, entre no clima e incentive a prevenção

Elaboramos um cartaz de apoio ao movimento Novembro Azul. Você pode imprimir gratuitamente e colocá-lo em um quadro ou colar em algum espaço livre do seu consultório odontológico. Entre nessa causa e incentive seus pacientes a fazer os exames preventivos.

É só CLICAR AQUI para abrir o arquivo.

Fontes: Inca, Estadão, Ministério da Saúde.

Comentários

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *