Odontologia para todos

É fato que a necessidade do cuidado com a saúde bucal atinge todas as pessoas, independentemente de sua capacidade intelectual ou física. O acesso a serviços odontológicos deve ser tão simples para estas pessoas como para as em condições normais de saúde. Mas, para isso acontecer, há a necessidade de termos profissionais capacitados para realizar atendimento com uma comunicação não verbal, não somente o cirurgião-dentista, mas toda a equipe envolvida neste processo.

Segundo dados do Censo 2010, realizado pelo IBGE, mais de 45 milhões de brasileiros possuem alguma deficiência visual, auditiva, física ou intelectual. Desse número, que já é bastante expressivo, 9,7 milhões são afetados por alguma falha auditiva.

Diante disso, é simples concluir o quão importante é a comunicação não-verbal no atendimento destes pacientes, e a alternativa mais indicada nestes casos é a utilização da linguagem por sinais (libras). Pensando em facilitar o entendimento desta necessidade, o Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES) criou, em 2008, o Dicionário Digital de Libras, com o objetivo de divulgar a linguagem de sinais entre estudantes de escolas públicas. Porém, entre os profissionais da saúde, a linguagem de sinais ainda é pouco conhecida o que dificulta o atendimento a pacientes portadores de surdez.

É de extrema importância que os profissionais de odontologia estejam capacitados para realizar o atendimento de pacientes portadores de surdez. Afinal, a boa comunicação é necessária para identificar o real motivo que levou o paciente a procurar o dentista e suas limitações no tratamento, que podem ser relacionadas a alergia de alguma medicação ou diabetes, por exemplo.

Você sabia que na graduação de odontologia já é possível aprender libras? Vamos falar mais sobre isso em um próximo artigo. Continue nos acompanhando nas redes sociais para saber mais.

>>>Leia mais: “Precisamos deixar de lado aquela odontologia do ‘entra, senta e abre a boca'”, diz Dr Lucas

Fonte: IBGE e Cesumar

Comentários

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.