Ortodontia

Por que a análise facial é tão importante?

Por que a análise facial é tão importante?
Compartilhar | Comentar

Nenhum outro profissional analisa tanto a face quanto o ortodontista. Sim, me atrevo a dizer isso. Na verdade, todo ortodontista deveria ser detalhista nesse ponto e realizar a análise facial criteriosas. Porém, acredito que, nos dias atuais, alguns colegas tenham deixado isso de lado. Vou explicar o porquê disso ao longo desse texto.

A ortodontia é pura análise

Desde o início do nosso curso de especialização em ortodontia, nos debruçamos em muitas análises. A documentação ortodôntica compreende fotografias da face em diferentes situações (sorrindo/sério/perfil) bem como as intrabucais (que não são itens desse artigo).

Mas, porque a análise facial é tão importante se o que importa são os dentes?

Bem antes do chamado termo “harmonização facial” o ortodontista já tinha o poder de mudar a face de uma pessoa movimentando os dentes. São várias as situações que podemos fazê-lo: aumentar ou diminuir a AFAI (altura facial anterior), diminuir ou aumentar o volume dos lábios (sim, a inclinação e posição dos dentes altera os lábios), bem como criar um sorriso que combine com aquela face (“um sorriso para cada face”, já dizia o CA Câmara.) Parece muito óbvio, mas infelizmente não é!

Pontos que merecem sua atenção na análise facial

Dentre os aspectos que eu julgo como essenciais e fundamentais na análise facial é observar o quanto o paciente mostra de gengiva no sorriso e se existe um selamento labial passivo e natural. Caso não tenha, jamais inclua no seu planejamento vestibularizar incisivos.

Dica superimportante: cuidado ao analisar a fotografia do paciente sorrindo feita no centro radiológico.

Muitas vezes, é um sorriso tímido! Então, isso deve ser observado em uma avaliação clínica. Nesse caso, gosto de fazer vídeos do paciente falando e sorrindo para analisar essa dinâmica e ser o mais assertivo possível. Por fim, no início do artigo falei que essa análise tem passado batida em muitos casos. As simulações em 3D, scanners, softwares de planejamento digital vieram para facilitar e agregar tecnologia aos nossos tratamentos. Porém, a análise face ficou de lado, visto que, em nenhum desses citados ela está presente em simulações de antes e depois.

Você sabe o que importa no resultado final? A harmonia do sorriso! E este só vai existir se houver uma harmonia com a face.

análise facial

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.

  • Gustavo Ciccone

    Confira todos os artigos do(a) Dr(a). Gustavo
    Mestrando em Ortodontia pela Faculdade São Leopoldo Mandic
    Especialista em Ortodontia pela São Leopoldo Mandic
    Atualização em Ortodontia Preventiva e Interceptativa pela ABO-RS
    Ortodontia Avançada pela Dental Press, Maringá
    Credenciado no sistema de alinhadores Invisalign e demais empresas;
    Credenciamento em Ortodontia Lingual
    Professor curso especialização Ortodontia da rede IOA (Porto Alegre)