Por que o cirurgião-dentista não pode dar uma olhadinha?

Nós, brasileiros, tendemos a achar tudo muito simples. Somos experts em dar solução aos problemas como em um passe de mágica. E será mesmo que quando consultamos um cirurgião dentista é possível que ele só dê uma olhadinha? A vida tão corrida que levamos hoje, a ansiedade que afeta boa parte da população, é o que nos leva a querer tudo para ontem. E quando o que, a nosso ver, precisa acontecer e não acontece no momento que queremos, ficamos irritados e tremendamente decepcionados.

Talvez seja uma vida ultrafast a que levamos hoje. Está certo, o tempo não para! Mas nem tudo pode acontecer para ontem. Com as consultas odontológicas, precisamos entender que uma “olhadinha” não faz o diagnóstico de nada. Uma boa consulta leva certo tempo. A consulta acontece, às exceções das emergências, com o que chamamos de anamnese. Anamnese é o fato de o profissional tomar ciência dos hábitos de vida, do histórico médico, odontológico. É saber, por exemplo, quando foi que aquilo começou a incomodar, se é que tem algo incomodando. Saber qual a medicação que está sendo administrada, se informar sobre alguma reação alérgica… Enfim, sem anamnese não podemos concluir um diagnóstico.

Somente após a amamnese, aí sim que será realizada a inspeção visual da cavidade oral do paciente, detalhe por detalhe, não passando despercebido nenhuma estrutura oral que seja. Eu sei que muita gente pensa que o cirurgião-dentista só olha os dentes e gengivas, mas isso não é verdade. A cavidade bucal tem muito mais estruturas do que possa imaginar. E cada detalhe fica registrado no nosso prontuário, por meio de fotografias e anotações que permanecerão para comparações nas próximas consultas.

E na maioria das vezes apenas o exame clínico não é o suficiente, sendo necessário somar exames radiográficos e laboratoriais. Sendo assim, muitas vezes, não se chega ao diagnóstico já na primeira consulta. Às vezes é preciso até mais do que duas consultas e do parecer de uma equipe que se formou para planejar a adequação da sua saúde.

É, não é nada simples! Então, vamos parar com essa mania de achar que cirurgião-dentista tem bola de cristal ou que vá fazer mágica em apenas 5 minutos. Instantâneo é só aquele macarrão que só faz mal à a saúde. Ou você já viu por aí algum anúncio de “Odontologia Express”?

 

✍️ Deixe seu comentário

📢 Compartilhe com os amigos

🕵 Siga nossas redes:

➡ Facebook

➡ Instagram

➡ Twitter

➡ Pinterest

➡ TikTok

Acesse nossa Loja Virtual e encontre a solução completa para você na Odontologia!

Comentários

7 Comentários
  1. …minha ANAMNESE, antes de tudo, já intitula-se a exordial (inicial) de uma breve contratação prévia dos procedimentos odontológicos à serem realizados, sendo na sequência , tem-se o exame clínico (CKECAUP-BUCAL) , para posteriormente, após os exames radiológicos c/ laudo, efetivár-se a AVALIAÇÃO de CUSTOS de TRATAMENTO…os quais somados podem decorrer em aproximadamente em até 03 (três) horas de trabalho (serviço)…para então ter-se o consentimento do “paciente-cliente”, que neste momento , poderá esclarecer todas e quaisquer dúvidas do(s) tratamentos proposto(s)… !!!

  2. Bom dia! Concordo com seu comentário. Nossa classe, pode estar, ainda, sob a influência, por incrível, que pareça, na época, do “barbeiro”, pois antigamente, ou alguns poucos anos atrás, o barbeiro, tinha a permissão para extrair os dentes. Hoje, com essa…”crise de tudo”, os colegas, talvez, não cobrem, a consulta, pois vai “só dar uma olhadinha” e, assim, segundo a visão do “cliente”, não cobrará para isso.Até pensando que, não cobrando a…”olhadinha”, o paciente se tornará CLIENTE. Em muitos casos, uma…”doce ilusão…” Quem, na área da saúde, em algum momento, não se deparou com aquela…”consulta”, dentro de elevador, no pátio da escola dos filhos, na feira de artesanato…em fim, em locais que não são consultórios?Temos que nos valorizar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *