Casos Clínicos

Tratamento conservador por meio de clareamento dental e restaurações adesivas

Tratamento conservador por meio de clareamento dental e restaurações adesivas
Compartilhar | Comentar

Resumo

As hipoplasias de esmalte, de causa hereditária ou adquirida, apresentam diversos tratamentos descritos na literatura. No entanto, dependendo da profundidade da alteração, as restaurações diretas, podem ser utilizadas para garantir estética. A associação com o clareamento dental também pode promover um resultado estético satisfatório na solução de algumas destas alterações, desde que bem planejada permitindo assim, o máximo de conservação da estrutura dentária. Assim, este trabalho tem o objetivo de apresentar o tratamento de alterações estéticas causadas por manchamento do esmalte, através de clareamento dental, associada à técnica restauradora.

Palavras-chave: hipoplasia de esmalte dentário; clareamento dental; resinas compostas.

Introdução

As hipoplasias de esmalte têm sido historicamente tratadas por meio de diferentes procedimentos. A associação de procedimentos, como por exemplo, clareamento seguido de restauração de resina composta também podem estar indicados para conseguir um resultado estético, funcional e o mais conservador possível.

Os procedimentos restauradores diretos empregando resinas atuais com nanotecnologia apresentam bons resultados estéticos. Considerando a possibilidade de associação de técnicas, este trabalho tem por finalidade apresentar através de relato de caso clínico a técnica de clareamento, micro abrasão do esmalte associada à técnica restauradora adesiva direta.

Casos clínico

Paciente de 17 anos, gênero feminino, procurou atendimento descrevendo descontentamento com o aspecto dos seus dentes anteriores superiores. Observou-se, clinicamente, presença de manchas hipoplásicas.

Inicialmente foi feito clareamento caseiro por duas semanas. O preparo da cavidade foi feito de forma a se desgastar o mínimo de estrutura possível. O condicionamento do esmalte foi realizado com ácido fosfórico a 37% por 30 segundos, seguido da aplicação de adesivo (Gluma 2 Bond – Heraeus Kulzer). A restauração foi realizada com uma resina composta (Charisma Diamond, nas cores OL (opaque light ou opaca clara) e A1 – Heraeus Kulzer), adotando-se a técnica restauradora incremental. Foi realizado o acabamento e polimento das restaurações com discos de lixa com granulometria sequenciais e disco de feltro impregnado com pasta para polimento diamantada.

Conclusão

O clareamento dental e a associação de procedimentos restauradores é possível e indicada.

 Referências

1- Peters MC, McLean ME. Minimally invasive operative care. II. Contemporary techniques and materials: an overview. The journal of adhesive dentistry. 2001 Spring;3(1):17-31.

2- Hattab FN, Qudeimat MA, al-Rimawi HS. Dental discoloration: an overview. Journal of esthetic dentistry. 1999;11(6):291-310.

3- Heymann HO. Additional conservative esthetic procedures.  Sturdevant’s art & science of operative dentitry. 4 ed. St. Louis: Mosby 2002:591-650.

4- Roberson TM, Heymann HO, Ritter AV. Introduction to composite restorations.  Sturdevant’s art & science of operative dentitry. 4 ed. St. Louis: Mosby 2002:471-500.

Autores: Leonardo Fernandes da Cunha, Carla Castiglia Gonzaga, Adriana Osten Costacurta e Gisele Maria Correr.

Fonte: Heraeus Kulzer.

Gostou do artigo e quer receber mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada? Coloque seu email aqui embaixo que do resto a gente cuida.