Voluntariado na odontologia: sorrisos que nascem do coração

É uma sensação especial quando sabemos que o sorriso que alguém dá foi causado por nós. E no trabalho dos voluntários na odontologia, a frase “é dando que se recebe” se torna ainda mais grandiosa por levar à vida de diversas pessoas muito mais do que um sorriso, mas novas oportunidades de vida.  

Pois a falta de dentes (edentulismo) junto ao não acesso à tratamentos de saúde vai muito mais além do que um fato simplesmente estético. Essa falta se reflete na dificuldade de conseguir um emprego, na exclusão social, na baixa autoestima e depressão, entre diversas outra consequências negativas para a vida de uma pessoa.  

Para comemorar o Dia do Voluntariado (28 de agosto), a Dental Cremer perguntou para cirurgiãs-dentistas voluntárias da Por1Sorriso o que é ser um voluntário na odontologia. As respostas são surpreendentes e lindas. Confira a seguir: 

O que é ser um voluntário na odontologia?

“É conhecer pessoas em lugares que nunca imaginei conhecer, realidades que nunca imaginei encontrar. E que ao final do dia eu vou ter a certeza que eu não impactei apenas sorrisos, mas uma vida, histórias de vida em toda uma comunidade” – Dra. Geday Siqueira 

“Estar lá fazendo por quem não pode pagar é sentir a presença de Deus em casa momento, a gratidão das pessoas. Eu ainda não sabia que a pessoa ajudada seria eu” – Dra. Camila Reis 

“É devolver sorrisos e encher o coração de esperança” – Dra. Emmanuela Oliveira 

“Quando eu lembro eu me emociono, porque foram dias intensos, mas que no final do dia o que a gente mais recebia eram abraços, sorrisos e gratidão de uma forma mais pura que eu já tinha recebido até então” – Dra. Ana Carolina Modesti 

“O voluntariado é troca, é transformação, é união, é coletivo, ele acontece no coletivo. É quando o seu coração recebe um chamado e faz com que você saia da sua zona de conforto e deixe de ser um crítico e passe a ser um agente de transformação. Eu no meu lugar de privilégio um dia senti que podia ajudar pessoas. Eu ainda não sabia que a pessoa ajudada seria eu.” – Dra. Tayse Cristin 

“Indescritível, surreal, todas as palavras que não têm definição, tudo que é mágico. Doar o meu trabalho, doar o que eu faço é muito mais receber do que doar” – Dra. Camila Reis 

Quer contribuir você também com a ONG Por1Sorriso? Acesse o Sorriso Solidário e ajude com muitas vidas e sorrisos por aí!

>>> Leia também: Porque e quais as formas de praticar voluntariado <<<

Comentários

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *